quarta-feira, 5 de março de 2008

ÉVORA: Moção de apoio à Universidade divide socialistas

A forma de expressão do autor da proposta não reuniu unanimidade. Capoulas Santos, presidente da Assembleia Municipal, justifica que a divergência de opiniões entre os socialistas nada tem a ver com o conteúdo, mas sim com a forma e os termos usados na construção do texto da autoria da CDU. A Moção de apoio à Universidade de Évora tem como objectivo exigir do Governo um financiamento público que garanta a sustentabilidade económica da universidade.

7 comentários:

Anónimo disse...

A moçaõ de apoio não reuniu unanimidade?? Tão o que se passou?

À ja percebi, foi porque a proposta foi escrita por pessoas ligadas a CDU. A cdu tem tendencia a querer fazer politica com as deesgraças dos outros. Será que não conseguem arranjar soluções para nada? enfim é a oposição que temos.

xistosa disse...

Nem li a postagem, peço desculpa !!!
DOU A RAZÃO AOS PROFESSORES, INCONDICIONALMENTE ... mas ...
há sempre uma mas.
Eu fui sindicalizado e pertenci a quadros de sindicatos, (que nada tinham a ver com o prefessorado).
A minha família foi uma vítima, do ante-25 de Abril, com o meu pai preso na Malhada, numa passagem de ano.
Já esqueci tudo ...
30 anos, é um monte muito grande que tudo encobre ,,,

Mas não me calo com os pseudo-sindicalistas do pós, 25 de Abril.
Nem todos.
Mas a maioria ...

Um só que queira discutir comigo, com plateia, o oportunismo que apareceu ...
Já ando aqui por cima da terra há mais de 60 anos ... nos professores, 1, UM, que me consiga demover das minhas verdades ...

Os professores estão mal servidos, (nem quero saber - é um problema de classe), trabalhei 30 anos, descontando mais 3 %, para zarpar aos 30 anos.
Conheço muitos e montes de "analfabetos, que atingiram o topo duma carreira de licenciados ...
nem falo mais neste assunto.
Todos o conhecem e até os sindicatos foram ao beija-mão ao Sócrates.
Pululavam como cogumelos, os sem habilitações e sem lugares ...
Alguém que me queira desmintir ... e que me contrarie ...
Escreva-me para o e-mail, que eu explico em PORTUGUÊS VERNÁCULO o OPORTUNISMO !!!!!!!!!!!!!!!
Uma boa semana!

xistosa disse...

Dei uma data de erros.
estou velho e as teclas do portátil não me ajud.
Penso que se entende ...
Quem não perceber, que faça que percebe, para quem perceber, perceber que perceberam ...
INTÉ !!!!

malukinha d'arroios disse...

Amigo,

Obrigada, pela tua resposta...
Eu falei, ou escrevi, porque alem de outras, sinto uma grande revolta, com o que nos ultimos anos, recentes, se tem passado no nosso país...

aos poucos tem vindo a perder-se o que se conquistou no 25 de Abril...
como nessa altura era jovem, o que mais me tocou, foi a liberdade de expressão... (desde sempre me lembro o meu pai dizer-me, "isto ou aquilo" não se pode dizer, que é contra o governo)

agora, conheço, muita gente, que aqui se manifesta politicamente, não, por razões de ordem pessoal (para não se exporem) apenas querem desabafar... mas não entendo, porque não se manifestam livremente quando se trata de politica, do seu descontentamento, por esta ou aquela medida...

tu proprio disseste uma coisa terrível... as pessoas têm medo de represálias...

amigo, viver com medo, é horrivel... e viver com medo de falar, ainda me parece mais horrível, aliás acho assustador, que democracia é esta?, será que vai haver presos politicos, novamente?

olha, obviamente há uns anos, que me desinteressei pela politica, por razões pessoais, mas continuo a pensar que as pessoas devem lutar pelos seus direitos, porque tbem cumprem os seus deveres.

Porque se não o fizerem acabam como eu... durante 30 anos trabalhei e descontei, os últimos 3estive no desemprego, a empresa fechou... ao abrigo da lei de Maio de 2007, só conta o tempo do desemprego, a contribuição não...

De modo que, acabando o desemprego, porque o estado nunca me arranjou emprego, nem uma vez me chamou... se não há empregos para os jovens como há para os velhos? fui "obrigada" a pedir a reforma, pois ainda tinha que esperar muito até aos 65 anos e até lá vivia do ar... porque não têm conta, os empregos que tentei arranjar... a minha área é a comercial. Mas um dos requisitos é ter até 35 anos... depois trabalho há muito como cozinheiras, domesticas, tomar conta de idosos, isso de facto há muita oferta.

Este mes recebi a primeira reforma, 357 €. Nem metade do ordenado minimo chega a ser... então todas as pessoas que estão na minha faixa etária e estão no desemprego ou entrarão, nem sabem o que as espera...

abraço

Pinoka disse...

Meu caro,

Divergência de opiniões entre os socialistas é o que não tem faltado em todos os sectores e palpita-me que muitas mais hão-de surgir.

Um abraço

Pinoka disse...

Xistosa,

Se me permite, gostaria de fazer uma ressalva ao que afirma quanto aos sindicatos. Refere : “Todos o conhecem e até os sindicatos foram ao beija-mão ao Sócrates.”
Nem todos os sindicatos foram ao beija-mão ao Sócrates. Olhe que não, olhe que não…

Liz / Falando de tudo! disse...

Na verdade nao entendi muito esse seu ultimo post, mas fui lendo um por um e encontrei um pouco de você num desafio que te fizeram. Muito boas as respostas do gostar, me parece uma pessoa simples, mas culta.
Voltei da ferias e to tentando repaginar meu cantinho.
Fiz um outro blog so de fotos, se quiser conhecer:
www.falandodefotos.blogspot.com