quinta-feira, 6 de março de 2008

ÉVORA: Centenas de aves alimentam-se na Lixeira Municipal

Centenas de cegonhas, garças, gaivotas, corvos e águias alimentam-se, na Lixeira Municipal de Évora. No aterro, instalado à 5 anos à entrada de Évora, são depositadas 81 mil toneladas de lixo por ano. A empresa gestora responsável pelo aterro, diz que o problema não tem solução, mas que está a pôr em risco a saúde pública.
A menos de um quilómetro do aterro está projectada a construção do novo Hospital de Évora.
Quais serão as consequências deste problema para a população?

20 comentários:

insider disse...

Sinceramente uma pessoa já vê noticias sobre tudo.
Tão a lixeira municipal agora tornou-se no restaurante para este tipo de aves?? A empresa gestora responsavel pela lixeira devia tomar uma atitude sobre este caso.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Todos os problemas que põem em causa a saúde pública têm que ter solução.

E as aves a alimentarem-se na lixeira é uma situação de risco que pode trazer consequências incontornáveis.

De quem será a culpa então?

Um abraço e continuação de bom trabalho

Anónimo disse...

O problema é se a empresa responsável pela lixeira não querer assumir a responsabilidade.
De quem será a culpa então?

Irão imputar culpa as aves?

Só mesmo nestas bandas

Jonas disse...

Bom...mas bem lá no fundo, até que esta não é uma má notícia, de todo. Pois ficamos a saber que em Portugal ainda vai havendo comida para estas aves, em Évora, e também para as outras, as de rapina, em S. Bento.
As aves domésticas é que estão verdadeiramente em crise!!1
;)

insider disse...

Não é uma má noticia de todo?? Se isto fosse uma bricadeira ate concordadva.
Mas temos de ver que isto é bastante prjudicial para a saude.
E se essas aves estão em contacto com pessoas? é que temos de compreender que o lixo é uma fonte de contaminação brutal.
No entanto regista-se o alimento para as aves.

Anónimo disse...

Mas então se já há este problema com a lixeira, que pelos vistos prejudica a saúde, expliquem-me lá bem a ver se eu entendo, como é que lhe vão acrescentar outro, construindo um Hospita a 1km.
Quem é que foi o inteligente que decidiu ir construir um HOSPITAL NOVO a um quilómetro de uma lixeira?

velha gaiteira disse...

alentejana de boa cepa (de perto de Arraiolos)não pude deixar de vir cumprimentar-vos.

Abração

macaw disse...

Apenas digo que só não há solução quando não se quer, porque eu acredito que há sempre uma solução para tudo! Se não vai lá de uma forma, tem de ir de outra. O que não pode é ficar sem solução, principalmente quando se coloca a saúde em risco! Valha-nos deuses z z z zzz! Não havia necessidade para tanta burrice!

bjinhos ;))))

C Valente disse...

Há coisa que não queremos acreditar, parece que para Evora, hospital, lixeira cabe tudo no mesmo saco, que tristeza
Saudações amigas e uma boa noite

Anónimo disse...

Junta-te à luta dos professores e Sábado VESTE-TE DE PRETO!!!
Passa esta mensagem para a tua lista de contactos (por mail ou SMS).

xistosa disse...

Moro nos arredores do Porto.
Entre esta cidade e a da Maia.
Como habito numa moradia, deram-me um balde VERDE, de cento e tal litros, com rodas, acho que o normal, para moradias, para o lixo vulgar.
Um amarelo e outro azul. Não vou explicar mais, pois são as cores vulgares.
Curioso como sou e dado que estou reformado e a única coisa que faço é jogar ténis 2 horas por dia, ás 2ªs, 4ªs e sábados e passar o resto do tempo na Net, lembrei-me de visitar a LIPOR, (tratamento dos lixos).
Acreditam, que a câmara da maia, faz a recolha seleccionada em dias diferentes do restanto lixo e depois é tudo misturado.
Inclusivé o vidro, que temos de colocar nos vidrões, que há com fartura.
Conclusão, enviei um e-mail à câmara e perguntei porque carga de água, sou obrigado a seleccionar o lixo E ACHO BEM!!!, eles recolhem-no separado e depois misturam tudo
Sabem qual foi a resposta?
Que a triagem era feita na Lipor e que como aparecia muito lixo misturado, a Lipor é que faz a separação.
Devolvi as cestas, a amarela e a azul e deito as garrafas no lixo.
Bem como as ervas e arbustos que eram outra recolha selectiva.
Tenho um documento assinado e carimbado, onde consta que:
"dado que a câmara não selecciona o lixo que entrega na LIPOR e o mistura, não necessito, eu, um particular de fazê-lo e de ter os recipientes para o lixo, a estorvar"

ISTO PASSOU-SE EM JUNHO OU JULHO DE 2007, EM PLENO SÉCULO XXI.

Estou a ficar sem tinta ...
Qualquer dia, conto-vos a história da recolha dos óleos caseiros, feita no último sábado de cada mês, mas do calendário, talvez chinês!!!

insider disse...

Eu também ainda não consegui saber quem foi o inteligente que se lembrou de mandar construir o novo hospital de évora a 1 km do aterro, certamente que não deve ser uma pessoa muito inteligente ou então anda pouco informada.
Numa coisa tenho de concordar com os camradas, o novo hospital ficava muito melhor na zona da antiga fábrica dos leões. Mas isto é apenas uma opinião.

fotógrafa disse...

E de repente....aparece uma mensagem de amizade :
Olá...
Foi aqui que encomendaram?

|““““““““““““““““““““““““||_
|...............*AMOR*...........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*CARINHO*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*ALEGRIA*.........|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|............*AMIZADE*.........|||“|““_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)““

|““““““““““““““““““““““““||_
|........*FELICIDADE*.......|||“|““__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)“(@)““““**!(@)(@)***!(@)

Entrega feita!
Participa na campanha FAZ UM AMIGO FELIZ!!!
Manda esta encomenda p/ todos os teus amigos.
Espero estar incluído nessa lista........
Vou fazer outra entrega ...
Bom fds
Abraço

Camarada Choco disse...

Divulgação

Um Blog ,dois livros!

www.camaradachoco.blogspot.com

“Camarada Choco”

e

“Camarada Choco 2”
António Miguel Brochado de Miranda
Papiro Editora

Papelaria “Bulhosa” Oeiras Parque, Papelarias “Bulhosa”, FNAC ou www.livrosnet.com

Tema: Haverá uma fronteira entre os Aparafusados e os Desaparafusados?" Outra maneira de falar sobre o Ensino Especial.

Filmes de Apresentação no “Youtube” em “Camarada Choco”

O Profeta disse...

Desastroso isso caro amigo...infelizmente não é só em Évora...



Passou o dia sobre as cidades
Esquecido por esta estação
Uma flor deposita no vento uma semente
Este ribeiro leva consigo a ilusão

Secretamente a terra a recolhe
Guarda-a da voragem do vento
Espera que água a fecunde
Explode a vida a cada momento

Convido-te a sentir o toque pungente das trindades…


Boa fim de semana

Abraço

Capitão Merda disse...

Isto vai mal para estas bandas...

Anónimo disse...

Há alguém com tomates que ponha termo á situação?

Olá!! disse...

Uma vergonha...
Obrigada pela visita e tem um bom fim de semana
Beijos

ContorNUS disse...

preocupante... para a população e directamente para as aves

Anónimo disse...

Pegando no que diz o autor do comentário, residente na Maia, direi que aqui acontece o mesmo. Andamos alguns de nós a fazer a separação dos resíduos e depois vêm os carros, levam o lixo e depois atiram tudo para o aterro sanitário (ou será mesmo lixeira tradicional, travestida de moderna?)! Aliás só se percebe a invasão de aves, que aliás pernoitam junto ao canavial que se situa perto da SOMEFE, pelo facto de o lixo não ser devidamente armazenado no aterro, mas meramente lançado para os espaços definidos, ficando a céu aberto e à vista da passarada...
Agora coloquem lá o hospital e fica um conjunto urbano verdadeiramente moderno e prá frentex!
O que vale é que o tal hospital só virá lá pró dia de S. Nunca à Tarde...