sábado, 14 de junho de 2008

TRANSPORTES: Paralisação de reboques do Algarve e Alentejo

Os 186 reboques que operam no Algarve e Alentejo continuam paralisados, o que está a impedir que as seguradoras façam assistências em viagem, disse o presidente da Associação Nacional do Ramo Automóvel.
Acentuando que as negociações com as companhias de seguros "estão bem encaminhadas", Teixeira Lopes manifestou-se esperançado que, já na próxima semana, haja "luz verde" para a resolução do problema.As empresas, que aderiram ao protesto dos camionistas logo na madrugada de segunda-feira, exigem um aumento das tarifas, cujo preço consideram incomportável face ao aumento do custo dos combustíveis.Entretanto, no sábado, alguns rebocadores de outras zonas do País deverão deslocar-se ao Algarve, numa demonstração de solidariedade aos 200 colegas em luta das duas regiões.De acordo com o presidente da ARAN, em todo o País há 350 empresas de pronto-socorro, em que trabalham cerca de 1.500 pessoas.

5 comentários:

Trastagano disse...

E a seguir paralizo eu!PORRA o meu salario já não da para nada.
Ja não vivo subrevivo!!!

Anónimo disse...

Se não houver em Portugal quem os tenha no sitio, chamem a policia espanhola que acertam logo o passo. O que está a haver é democracia a mais.

Anónimo disse...

umas porradas no centro dos cornos é o que essa gente merece!preocupem-se é com os que têm dificuldades e não são já poucos.

O Profeta disse...

Sou!? Serei apenas um desalinhado?
Pensador fugitivo ao agreste sonho
Uma pedra pensante no meio da ilha
Meio Homem, meio Arcanjo, um ser bisonho


Convido-te a navegares esta vaga de sentires


Bom fim de semana

Abraço

busillis disse...

Passei para visitar este espaço e continuo e ver que está uma vida difícil, e como resolver...aqui é que está o busillis...