segunda-feira, 3 de março de 2008

TRABALHO: Autoridade detectou 900 infracções em inspecções a 76 empresas de Saúde e Segurança

A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) detectou mais de 900 infracções na inspecção a 76 empresas de Saúde Higiene e Segurança no Trabalho (SHST) em 2007, foi hoje divulgado. De acordo com uma nota de imprensa da ACT, no total foram feitas 184 advertências pelo exercicio da actividade sem autorização ou por insuficiência manifesta no desenvolvimento das actividades básicas prestadas. No âmbito do plano de acção inspectiva para o próximo biénio, a ACT prevê "a intensificação e reforço do controlo inspectivo" sobre estas empresas e o "endurecimento da actuação dos inspectores por via do sancionamento das empresas que estiverem a actuar ilegalmente no mercado".
A ACT prevê também a realização de auditorias de qualidade aos serviços prestados, para aferir o cumprimento dos requesitos previstos na legislação em vigor. A nova Autoridade, que integra a Inspecção-Geral do Trabalho e a àrea de prevenção da sinistralidade laboral, alertou as empresas para a necessidade de, quando contratarem serviços externos de SHST, verificarem se a empresa escolhida está efectivamente autorizada para o exercicio desta actividade. A ACT tem registadas 74 empresas de SHST e já indeferiu 178 candidaturas. Estão em processo de candidatura 459 outras empresas de SHST.

7 comentários:

Otávio disse...

Estive por aqui a gostei muito. Obrigado pela visita.

Trastagano disse...

Isto é só um pequena amostra.Na nossa região quantas é que não cumprem com os requesitos minímos?
Quantas foram ispeccionadas?
Quais as conclusões?

irneh disse...

Olá

Obrigada pela visita. É sempre bom conhecer um blog do nosso Alentejo. Voltarei.

charroco disse...

http://charroco.blogs.sapo.pt/
Se queres passar um momento de boa disposição , esquecendo os tormentos da vida e dos telejornais .

Zé do Cão disse...

Eu não acredito nestas inspecções tal e tal. Julgo que é só para inglês ver. E desde que não seja o Pai da miuda que desapareceu. Porque esse também não acreditava.
As empresas que fazem a Medicina de Trabalho? Tá bem, Tá? Espera aí que já venho.
A inspecção Trabalho.... Eles nem força têm para abrir uma carta de denuncia, quanto mais deslocarem-se.
Tá bem tá.
Houve, bem recente uma Inspecção de Trabalho de um dos Distritos do Portugal dos outros, que recebeu uma denuncia para ir a uma obra onde se construia um prédio, que nem um escada tinha para o pessoal subir aos andares superiores, sem capacete e que é isso de corrimãos?
e tal e tal . Foram lá vocês? nem eles. Só quando morre alguém é que vão a correr para fingir que estão em cima do acontecimento.
Passem bem...

Anónimo disse...

Para dar um salpico a isto.
Deixa cá perguntar ao Templo do Giraldo o seguinte:

Quando é que na Praça do Giraldo se faz uma grande Assembleia Geral do Lusitano e do Juventude, para se fundirem e fazerem só um clube na terra.
Já era tem(l)po, não acham.
Deixem-se de mariquices e de clubismos de bairro e façam uma coisa em grande.

Anónimo disse...

Tão e porque é que a assembleia havia de ser na praça do giraldo e não na arena??:)

Estamos completamente de acordo a quando uma fusão entre os velhos rivais do Lusitano/Juventude. Mas isso não depende de nós mas sim das direcções e dos sócios de ambos os clubes.
A cidade de Évora tem capacidades para ter uma equipa de futebol nos campeonatos Principais do nosso País.

As duas instituições se calhar ainda não conseguiram perceber que a rivalidade entre os dois clubes acaba por não ser muito saudavel para a nossa Cidade.