terça-feira, 11 de março de 2008

MORA/GNR : Militar suicida-se no quartel com tiro na cabeça

Um militar da GNR de 36 anos suicidou-se ontem com um tiro na cabeça, no Quartel de Mora, informou hoje o oficial das Relações Públicas da Brigada Territorial nº3, capitão Manuel Jorge.
O incidente ocorreu às 19:45. O cabo, que desempenhava funções no Núcleo de Investigação Criminal, disparou um tiro à cabeça com a sua arma de serviço.Residia em Elvas com a mulher e a filha de 5 anos. Desconhecem-se até ao momento as motivações do suicídio.
O que terá levado o militar a cometer tal acto??

23 comentários:

Anónimo disse...

Um militar suicidou-se num quartel da nossa região. É de lamentar tal sucedido ainda para mais tratava-se de um jovem que tinha mulher e filha. O que terá levado este jovem a suicidar-se? Eu interrogo mas ninguém deve ter resposta para esta pergunta, no entanto regista-se mais uma perda de um jovem.

Anónimo disse...

Sinto-me um pouco suspeito para abordar este tema, mas lá vai.

Se o homem se suicidou foi por algum motivo, agora falta saber se foi a nivel pessoal ou profissional.

-Se foi a nivel profissional temos de saber o que se passou pois não podem ficar impunes os culapdos(se os huver). De registar que o homem tinha uma filha de 5 anos.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá amigo, não tinha houvido falar do caso e fiquei com um nó na garganta... É de facto uma triste notícia.
Deixo-te muitos beijinhos de carinho.
Fernandinha

multiolhares disse...

Sim o que o terá levado ao suicídio.
Ou o mundo está louco
Ou andam a enlouquecer-nos

Beijinhos
luna

insider disse...

Eu acho é que o senhor acabou por enlouquecer o que o levou ao suicidio. A profissão dele é um boacdo ingrta e pouco reconhecida. Diga-sew desde já que o homem era NIC logo devia ter uns odios de estimação. No entanto nada justifica este acidente.

estrelanomar disse...

Olá!

Quero agora lhe dizer
Que vi o seu cantinho
Gostei de ler e ver
Está muito bonitinho!

Muito triste este acontecimento, não deveria ser possível acontecer!

Beijos de mar

Gata Verde disse...

Por motivos profissionais,observo que cada vez mais os militares estão mais deprimidos,por isso não me espanta este tipo de tragédias...infelizmente.

Trastagano disse...

Que raio de País o meu?
Fico triste e indignado´.Estas noticias vão-se sucedendo e ninguem explica razões para o sucedido.

xistosa disse...

O suicídío em Portugal, ao longo dos anos, sempre foi mais elevado no Alentejo.
Não se sabe o porquê.
Já em pequeno ouvia falar neste problema.
Contavam que era do vento quente que vem do Norte de África, o VENTO SUÃO.
Mas nesta altura do ano não pode ser.
Também nas forças de segurança têm aumentado os suicídios ...
por terem a arma à "mão de semear"?
pelo "stress" a que estão sujeitos?
Nunca se saberá, pois o dinheiro não abunda no nosso país e o que é uma vida a mais ou a menos?
Para os governantes, não só estes, TODOS!!!, uma vida é menos um ...
Neste caso, fica uma criancinha e uma viúva ... mas não só ... fica a dor para quem a sente.
Talvez um dia se faça a história dos políticos que nos governam há 30 e tal anos ...
Não lhes atribuo a culpa, mas há sempre resquícios ...

NÃO GOSTO DE ANÓNIMOS A FAZER COMENTÁRIOS.
QUEM NÃO TEM CORAGEM DE SE ASSUMIR, QUE SE ESCONDA E ATIRE A PEDRA ...
MAS COM CUIDADO!!!
INTÉ!!!

O Guardião disse...

Uma morte é sempre uma tragédia, independentemente do motivo ou do modo. Às vezes sabe-se o porquê, outras nem se suspeita, mas dor da família, essa é sempre difícil de suportar.
Cumps

Manuel Damas disse...

Passei para lhe retribuir a saudação e a visita...
Quanto ao caso que aponta...ultimamente tenho assistido a alguns "casos" estranhos...
Aliás, o meu próximo "post" será precisamente sobre isso.
Um abraço

Anónimo disse...

Como OPC, só tenho a lamentar a perda de mais um camarada. É impressionante, o número de casos que ultimamanete teem acontecido, e por motivos tão diversos. Era importante saber qual a opinião das chefias e da APG, ou se mais uma vez vão passar ao lado da situação fazendo de conta que nada se passou...

elprincipito disse...

The Truth is Out There.

Tiagojcs disse...

Desconhecia o assunto mas de facto tera de haver uma rigorosa investigação para se apurarem os verdadeiros motivos .

http://catedraldapalavra.blogspot.com

Pinoka disse...

Infelizmente não é o primeiro nem será o último.
Continua a haver um défice de acompanhamento psicológico nas nossas forças policiais.
Qual quer agente da PSP ou guarda da GNR que tenha funções em que intervenha directamente com o crime, deveriam ser acompanhados e não são.
Mais uma vez a culpa é do GOVERNO.

Isabel-F. disse...

São tantos os casos deste tipo ...

porque será???, pergunto-me ...

falta de condições de trabalho? falta de capacidade para os mesmos?

bjs

Anónimo disse...

Sr. Xistosa tem um nome muito interesante. Para quem nao gosta de comentários anónimos.. Tenha respeito pelas pessoas. Eu chamo-me Maria de Fátima Ferreira. Bi 0858635. ficou nas mesma, não é? Quem lhe diz que estes dados são verdadeiros? Tenha paciência!

Triste é a maneira que este "desgoverno", e os anteriores, tratam a Saúde Mental deste país. a pessoao pode ter problemas a nivel psicológico ou psiquiátrico, como devia ser o caso deste rapaz, mas ninguém consegue obrigar uma pessoa doente mental, que geralmente diz que não o está, a tratar-se. é possível mas muito complicado. Infelizmente tenho um caso na família e como a esposa e o filho não o querem internar, ninguem consegue que o juiz o interne e ele vai andando por aí doente. Qualquer dia mata-se ou mata alguém e aí as autoridades já o vão buscar, responsabilizando-o quando ele nem tem a culpa do que fez pois não estava no lúcido.. Neste país não se previnem os acontecimentos...Por culpa dos políticos e por culpa da ignorância das pessoaos que têm vergonha de dizer que têm um familiar doente psiquiatrico.
Muitas são as pessoaos que por aí andam doentes e ninguem se apercebe. Dizem : " Aquela é maluca!". Por vezes é mesmo, mas não é porque quer, é porque está doente e precisa de ajuda...

xistosa disse...

Não me tratem por senhor !!!
Um anónimo é um cobarde !!!
Faça o que fizer e disser.
"xistosa", se se desse ao trabalho de verificar, tem a "minha verdade", desvirtuada do Camões.
Não atiro pedras para os quintais vizinhos e fico a assobiar ...
Assumo frontalmente o que digo e escrevo ... sempre fui assim!

Anónimo disse...

Continuo sem perceber onde quer chegar a pessoa que se identifica como "xistosa". Se isto é assumir-se e não se esconder nao percebo... Eu nem me escondo nem apareço. Faço exactamente o mesmo que o "xistosa". Eu não o conheço nem vosse a mim. De que vale eu dizer quem sou? Este mundo está mesmo cheio de gente louca...aliás, doente..
Axo é que já estou a dar-lhe demasiada importancia, a qual não merece. Até nunca se Deus quiser.

Anónimo disse...

Ó "xistosa", mais uma coisinha, se assume tudo o que diz, porque não tem a sua foto no seu perfil. Eu tenho a minh no meu blog. Eu nao me identifico aki porque não kero. Não é por mais nada. Mas não digo mal dos outros... Não sou eu que tenho telhados de vidro...Vá assobiando se o faz feliz. Agora é que é até nunca. Tchau.

xistosa disse...

Tanto barulho e tanta indignação.
Um anónimo é isso mesmo ...
um nada ... nem abaixo de zero, pois aí existem números negativos
Tenho o meu perfil no blog, bem como um e-mail, mas mesmo que tudo fosse inventado e mentira, tenho sempre o IP. Isto parecendo uma ninharia é um bilhete de identidade.
O anónimo o que tem ???
Nem a coragem de se assumirem ... Passem bem e não me chateiem !!!!

marta disse...

Exactamente Xistosa

E quer esta gente ser professor e não ser avaliado.
Bem se vê porquê.

Sabem tão pouco os coitados!

Odele Souza disse...

Bom dia Giraldo,

Quero te agradecer pelo comentário deixado no blog Silêncio Culpado, no post que divulga a história de minha filha Flavia, um exemplo de NEGLIGÊNCIA e IMPUNIDADE, que existe não só no Brasil mas em vários outros países.

Deixo-te um abraço.