quarta-feira, 8 de outubro de 2008

ÉVORA: Grupo Pro-Évora contesta Estudo Estratégico para o Centro Histórico

O Grupo Pro-Évora, uma associação de defesa do património, classificou hoje o Estudo Estratégico para o Centro Histórico de Évora como “desastroso” para a cidade. “O que é proposto pelo estudo vem alterar toda a espacialidade da cidade, quer pelo que vai ser construído, quer pelo que vai ser destruído” disse o presidente do Grupo Pro-Évora, explicando que “o plano propõe uma série de alterações que desvirtuam o Centro Histórico de Évora”. “A construção de novas vias, demolições para a criação de circuitos viários e a construção de 10 parques de estacionamento subterrâneos”, são alguns aspectos que, segundo Celestino David, descaracterizam o Centro Histórico. Na opinião do mesmo responsável, este plano está direccionado para quem visita e não para quem vive na cidade. “Há uma tentativa de criar um espaço cénico para o turista” afirmou Celestino David, argumentando que “são as condições especiais, e que têm valor da cidade, que devem chamar os turistas e não, em funções dos turistas, alterar as características da cidade”. O estudo de enquadramento estratégico, desenvolvido pela Parque Expo, é considerado como o primeiro passo para a recuperação do Centro Histórico de Évora.

6 comentários:

Anónimo disse...

Este Grupo Pró-Évora, fala quando não é preciso, e quando é preciso não fala.
Se preferem deixar Évora agonizar conforme está, então ok, são contra o estudo.
Évora precisa de um abanão de tal forma grande, que provoque uma ruptura com actual estado de coisas.
Se isso implica construir e desconstruir, pois que se faça.
Moribunda como está é que não pode continuar.
O que disse o Pró-Évora sobre o edificio de S. Domingos?
O que disse o Pró-Évora sobre o Largo dos Penedos?
O que disse o PRó-Évora sobre a construção do novo hotel da melka?
O que diz o Pró-Évora sobre o actual Rossio?
O que diz o Pró-Évora sobre a degradação do centro?
NADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Portanto, CALEM-SE!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Antes de mais este Estudo... é uma aberração sem qualquer sensibilidade face ao valor histórico-artístico-estético-de conjunto, do centro histórico eborense!

O Grupo Pró-Évora já tinha debatido esta questão. Ver: www.evora.net/proevora/001.htm
Em Abril/Maio (?). E publicou algumas conclusões no Diário do Sul, que também estão disponíveis no site do Grupo, em formato pdf. Por "pouco" que possa ser, abriu as "hostilidades" o que permitiu algum debate/reflexão sobre esta temática, ao contrário da posição da CME que encomendou este estudo.

EM PORTALEGRE CIDADE DO ALTO ALENTEJO disse...

Boa noite,
Novo blogue da cidade de Portalegre, "Em Portalegre Cidade do Alto Alentejo", visite-nos em:
portalegrecidadedoaltoalentejo.
blogspot.com

Kruzes Kanhoto disse...

Desconfio sempre destes grupos pró ou anti qualquer coisa...

Anónimo disse...

Pró -Évora isso é o kê ?
Tem sede na Rua de Aviz?
Porra que esses gajos são conta tudo!!!

enforcadinho disse...

http://ruadosenforcados.blogspot.com/