quarta-feira, 19 de março de 2008

MAU TEMPO

O Instituto de Meteorologia elevou o nível de aviso para os distritos de Setúbal, Beja e Faro que passaram do amarelo para laranja, o terceiro mais grave de uma escala de quatro.
Os avisos são emitidos em relação a situações como vento forte, precipitação forte, queda de neve, trovoada, frio, calor, nevoeiro persistente e agitação marítima.
Neste caso, o aviso laranja corresponde a uma situação de «precipitação muito forte» acompanhada de trovoada e queda de granizo. Para os distritos de Lisboa, Santarém e Évora mantém-se o aviso amarelo que indica «aguaceiros, por vezes fortes e acompanhados de trovoada». O Instituto de Meteorologia prevê para os distritos de Leiria, Santarém, Portalegre, Lisboa, Setúbal, Évora, Beja e Faro, a possibilidade de ocorrência de períodos de chuva ou aguaceiros que podem ser temporariamente fortes e que poderão ser de neve na Serra da Estrela. O vento deve soprar moderado a forte (até 50 quilómetros/hora) no Litoral, a Sul do Cabo Carvoeiro, soprando forte nas terras altas, por vezes com rajadas até 70 quilómetros/hora.

12 comentários:

Anónimo disse...

Tenho visto o seu convite, mas não tinha ainda entrado.
Chegou hoje o dia!
Continue com seu esforço de informar e parabens.
Manuel de Menezes

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido amigo, mais um aviso a quem está ou vai para fora, na hora certa como sempre amigo... Votos de Santa Páscoa... Muitos beijinhos de carinho e amizade,
Fernandinha

insider disse...

Ao que parece vamos ter uma Páscoa regada. Não se adivinha melhoria de tempo mas antes pelo contrário.
A ver vamos.

Zé Povinho disse...

Tenho andado afastado mas por obrigação do trabalho, que não me deixa muito tempo livre. Pode parecer estranho, mas as condições atmosféricas, vieram dar-me uma ajuda e vou descansar um pouco, o que até cai bem.
Abraço do Zé

C Valente disse...

Pelos vistos parece que voltamos ao inverno, apesar de a primavera estar á porta
Feliz Pascoa com saudações amigas

Rafeiro Perfumado disse...

Eu prefiro assim, sempre se adia a época de incêndios...

Liz / Falando de tudo! disse...

No Brasil tem uma cidade chamad Santarém e outra com nome de Porto alegre, que conscidência, né?
Mas a vantagem que la o tempo é sempre tranquilo!
Passei pra deixar um abraço, e te convidar a vim conhecer meu cantinho de fotos:
www.falandodefotos.blogspot.com
Bye

xistosa disse...

Não tenho nada contra os anónimos, desde que não me pisem ...
O blog está aberto e, tal como nos meus, mesmo que me insultem, não apago qualquer comentário.

Vem bom tempo ..., O Nordeste, o Alto e Baixo Alentejo, bem como o Algarve, necessitam de água.
Os aquíferos subterrâneos, há anos que estão, ou estavam num ponto muito baixo.
A água infiltrada é muito importante.
Que chova agora e caia neve na Serra, melhor ainda nas serras.
Não invejo quem se diverte nela.
Haja muita e muitos divertimentos.
Eu gosto de água quente, SOL e areia ..., (das 8,30 ás 12h).
Tudo a 1200 km do meu Porto.
O ALLgarve é isso mesmo, para quem tem dinheiro e tem estômago ... para aturar os aprendizes de empregados.
Aqui, qualquer curioso vai servir à mesa, na esplanada, ou ao balcão, mesmo que esteja tuberculoso ou com outras doenças contagiosas.
Em Espanha, mesmo no mais recôndido interior, temos um profissional atencioso.
Sou cliente há 20 e tal anos ...
Em Vila Moura, há uns anitos, vindo de Espanha, fui ter com o meu filho que estava lá de férias, com os amigos.
Cheguei a meio duma tarde calorosa.
Fui a um "tasco" pomposo e bebi uma imperial ou fino e a minha mulher, um sumo.
Quanto custa.
- 650$00
Mostre-me a lista com os preços, P.F.
- Não é necessário, seios de cor.
- Então para receber tem duas soluções, ou chama as autoridades, ou vai a correr atrás de mim.
Engoliu em seco e disse-me que ia telefonar ao patrão.
Apareceu-me uma coisa saída dum filme de terror, com um avental todo cheio de porcaria a vociferar.
Disse-lhe o mesmo.
Nesta altura, já a minha mulher estava longe, onde tinha deixado o carro.
Fazia-me um desconto, já só eram 500$00.
Foi a morte do artista ... teve que chamar a autoridade, porque já não ia receber nenhum.
Parecia um negócio de ciganos.
Apareceram dois "pica-chouriços" da GNR, que por serem uma autoridade, pensavam que me intimidavam.
Um deles para se impor queria-me dar voz de prisão ... berrei-lhe tão alto ao ouvido, que estava a abusar da farda, que até ficou zonzo.
Nesta altura, já a clientela estava toda contra o proprietário.
Obriguei a levantar o auto de notícia, na altura não era contra ordenação, por falta de informação.
Fingi que o fotografei, para apresentar a prova de que o local era imundo e milagrosamente, apareceu o livro de reclamações.
Em boa hora apareceu o meu filho que reclamou em inglês ...
Paguei 270$00, (mesmo assim fui roubado).
Uns quatro anos mais tarde, o tribunal queria saber se avançava com a queixa.
Desisti.
Não sei o que lhe sucedeu ... certamente o livro de reclamações, na altura nem era numerado, - isto já sou eu que estou a inventar, não sei.
Não desejo mal a ninguém, mas não gosto que me poisem as moscas.
Há dois anos, achei uma carteira, mesmo á beira-mar, com um bilhete de identidade, um cartão visa, um cartão dum seguro de saúde e 270 euros, entre outros papeis e trocos.
Como o portátil tem direito a férias ... consegui entrar em contacto com a empresa de saúde e contei que tinha os documentos duma velhota de 67 anos.
Pediram-me para aguardar que iam tentar entrar em contacto com ela.
É claro que se estava de férias, não poderia estar em casa.
Avisei-os que no dia 16 me vinha embora e portanto que não se esquecessem.
Como nada me disseram, no dia 16, véspera de acabar as férias, fui à polícia que anda sempre a chatear quem não conduz com cinto, fala ao telemóvel, estaciona mal e porcamente, exactamente como aqui, só que lá, não dão conversa.
É multa e não adianta chorar.
Disseram-me que era com a Polícia local.
Como para sair do sítio onde estava tinha que passar próximo do posto da polícia local, de manhã, cerca das 06,30H, fui entregar o porta-moedas, aliás uma bolsa em couro, pequena.
Não me deram documento nenhum, apesar de eu insistir. Deixei tudo e rumei a Portugal. Como não gosto de ser levado e tinha fotocopiado, no Hotel, de quem sou amigo da gerência, os documentos, um dia em Tuy, fui ao posto da Polícia, que é misto, tem portugueses e espanhóis, apesar de ficar para lá da ponte de Valença.
Contei o caso e disseram-me logo que quem recebeu as coisas, tinha que me passar um documento, explicando os factos e registando todos os cartões, dinheiro e papeis.
Apresentei queixa ...
Quase três meses depois, recebo a indicação de que o "mosso de esquadra" tinha sido suspenso , (SETE) meses e que os documentos foram entregues.
Queriam a minha direcção para agradecer.
É lógico que não a forneci.
Quase 1 ano depois, recebo um e-mail, amabilísso dum dos filhos ou netos da senhora.
Foi a empresa do seguro de saúde que o forneceu.
Se continuar a vir aqui, já sabem com o que podem contar ... uma carraça chata pra caramba!
Uma boa Páscoa !
(Não sei se tem erros de português. Não gosto de vê-los, mas não me apetece voltar atrás para corrigir seja o que for.
Se houver, desculpem.)

O Pinoka disse...

E estamos nós quase na Primavera.
Abraço

Zé do Cão disse...

Mau tempo, bom tempo, tempo assim, assim. Tudo isto faz parte da nossa vida e ainda bem.
Todavia eu fico logo a tremer quando é anunciada chuva em barda, é que num espaço de 1 ano já tive 4 inundações
na minha garagem e com água acima do joelho. A razão destas, é originadas, vejam só amigos porque um os uns espertos resolveram tapar com entulho dois aquedutos duma estrada nacional.
Não obstante as reclamações na Camara Municipal os resultados têm sido até agora infrutíferos. E mais ainda, o entulho foi tanto, tanto, que o terreno ficou mais alto do que a própria estrada, tendo mesmo sido aprovado pela referida camara uma urbanização, que nesta altura já tem ruas, esgostos,luz etc.
Isto depois de cortarem uma linha de água.
No dia em que as Televisões (copiam-se mutuamente)tiveram um programa "Anedotas Nacionais" este caso deve ser dos primeiros a ser apresentado.
Mas também admito que nunca venham a fazer um programa destes, porque as anedotas seriam tantas e a começar pelos governantes, que não havia espaço para outras coisas.

Xistosa:- Porque este nome, Se és masculino?
Tenho estado muito atento às tuas intervenções, oportunas, diga-se.

Sobre o Algarve, achei graça, quando dizes voltei para Portugal.
Praticamente todos os fins de semana vou para lá porque tenho o meu refugio perto da fronteira. entendes não é?
Mas, caso que me intriga, por exemplo na Manta Rota, povoação com 95% de casas novas e velhas de r/c e 1º andar, familias de espanhois estão a comprar casa de férias e pagam a "el contado".

Uma Santa Pascoa para todos.......
muitas amendoas e que em cada casa não falte um folar........

TMara disse...

cONVITE:
A QUEM INTERESSAR INFORMO: sábado 29 de Março de tarde, na Biblioteca do Alvito serão apresentadas duas obras - "O livro do Regresso" de Xavier Zarco, prémio Raúl de Carvalho 2005 da C. M Do Alvito e "Da Humana Condição" de José Augusto de Carvalho - hora a agendar, entre as 15h30/16H00.
Acabado segue-se Viana do Alentejo, onde, à noite, no salão da Junta de Freguesia voltaremos a fazer as 2 apresentações.
Vemo-nos lá?
Bj.
Luz e paz

O Profeta disse...

Mulher da ilha é solidão
É espera do vapor da madrugada
É aroma de milho em mesa de pão
É pio de milhafre, alma assombrada

Mãe em ninho feito de frias pedras
Por duras mãos cheias de jeito
Não sei se de ti brota um morno leite
Ou escorre rubra lava do teu peito


Boa Páscoa

Abraço