segunda-feira, 17 de março de 2008

ALENTEJO: Empresa quer produzir energia com bagaço de azeitona

Uma empresa alentejana quer construir uma central de produção de energia, a partir de biomassa, para aproveitar o esperado aumento de bagaço de azeitona oriundo dos lagares do Alentejo, com a exploração dos novos olivais, muitos de espanhóis. A empresa Mariano Lopes e Filhos, instalada em Alvito e propriedade da União de Cooperativas Agrícolas do Sul, compra bagaço de azeitona a lagares do Alentejo, quer para extrair óleo, quer para o tratar. O presidente da UCASUL Aníbal Martins, explicou que, após o início da produção dos novos olivais, a empresa prevê receber anualmente “150 a 200 milhões de quilos” de bagaço. A central de biomassa vai permitir produzir energia através do bagaço tratado, o que constitui, para Aníbal Martins, uma “nova oportunidade de negócio”.

6 comentários:

JPD disse...

A quantidade de projectos que está a ser anuciada para Alentejo -- correndos bem -- desencadeará, sem tardar muito, a reconstrução de uma nova ideia sobre o Alentejo. Deseja-se que não se confine apenas ao turismo e à sua sazonalidade.

carvoeirita disse...

é uma optima ideia!!!
E ainda dizem que os alentejanos são preguiçosos, as boas ideias tem que ser é muito bem reflectidas!!!!
beijinhos

Anónimo disse...

http://www.ciborrenses.com/

Passem por aqui.

SAUDAÇÕES.

Zé do Cão disse...

O meu juizo sobre a lentidão dos alentejanos, não passa de "fala barato". Eu gostava de ver um minhoto
passar um verão no alentejo.
É que o calor aperta.........

carvoeirita

Kok disse...

Hoje também soube que na Beira-Baixa está sendo produzido biodiesel a partir de cana-de-açucar.
Pois que seja. É tempo de ser aproveitado o que de melhor temos para que melhor façamos.
Deixo 1 abraço e desejos de boa Páscoa!

Kruzes Kanhoto disse...

Esta história das energias alternativas está muito mal contada. À pala disso andamos a pagar bens essenciais a preços exorbitantes.