quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

ÉVORA : Bombeiros atravessam problemas financeiros



A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Évora está a viver dias de crise, quando comemora 125 anos de vida. O presidente da direcção queixa-se daqueles que devem e não pagam, entre eles o Estado. São cerca de 182 mil euros que estão em falta e que só deverão entrar nos cofres da associação em Março, segundo adiantou à DianaFm Edmundo Cruzeiro. “Temos, entre Administração Regional de Saúde, Hospital do Espírito Santo e INEM, um total de 181 946 euros de serviços prestados e não pagos”, revelou o responsável, questionando “qual é a empresa que tem um fundo de tesouraria suficiente para assumir estes mesmo encargos”. Perante este cenário, o mesmo responsável afirma que as associações de bombeiros são como bancos, que financiam o estado. “Nós estamos a financiar o estado” disse Edmundo Cruzeiro, explicando que “as associações humanitárias de bombeiros voluntários funcionamentos como um banco, porque executamos um serviço, facturamos e vamos receber a la longue”. A actual situação financeira da instituição não põe, para já, em causa a capacidade de serviço da corporação. Para evitar males maiores, a Câmara de Évora decidiu, na última reunião pública, aumentar para 65 mil euros o subsídio anual para a associação.



In: Diana

10 comentários:

Anónimo disse...

Outros a queixaren-se de falta de dinheiro .Motivo as entidades são morosas a pagar.
Só o `ZÉ POVINHO `é que paga os impostos a horas. Porra assim é demais!!!

Lumife disse...

Bem vindo à blogosfera.

Anónimo disse...

pois se é assim como se diz como é que os bombeiros conseguem sobreviver?? 182 mil euros é muito dinheiro.. agora já é a associação que financia o estado!? o que vale é o subsidiozito disponibiizado pela C.M.Evora.. menos mal

Anónimo disse...

só falta mesmo é ter de fazer um crédito ao HES. só visto.. nem os bombeiros se safam á ploitica deste estado

Anónimo disse...

Bombeiros,Reformados,Funcionários Públicos,Operários,Mulheres a Dias,Professores,Agricultores,Dirigentes Desportivos Amadores e Muitos Outros neste País atravessam problemas financeiros.

Eborense Falido disse...

Não há pimlim um treta .Nunca circularam tantos carros de alta cilindrada como agora.
Nunca se construiram tantas moradias chiqérrimas como nos dias de hoje.

PESSIMISTA DO COSTUME disse...

E se o crude voltar a subir no mercado internacional?
E se os Americanos SE lembrarem de invadir um qualquer *IRÃO*?
Quais as conseqências para o ZÉ Povo?

Bombeiro de 3ª disse...

Já pagaram aos homens? Ou os devedores continuam a subir a parada,
Paguem la o graveto,porra.

Anónimo disse...

Dinheiro já há?
Nunca mais se houviu dizer nada.

lagartadacouve disse...

isto é uma vergonha vergonhosa,caramba e nao á quem pegue o boi por os cornos ,bem diziam que ele nao era engenheiro,pois ainda lhe faltam tres cadeiras para terminar o curso.
Há voce nao sabia ?sim o socrates,uma electrica,uma de rodas e uma por os cornos abaixo,malandro é por isso que estamos todos a chegar a condiçoes imprevistas em todas as areas, e muito mal de saude.