quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

TGV Município de Arraiolos propõe ligação viária ao concelho



No âmbito da consulta pública de avaliação de impacte ambiental da ligação ferroviária de alta velocidade entre Lisboa e Madrid (troço Montemor-o-Novo/Évora), a Câmara Municipal de Arraiolos teve conhecimento que a solução mais favorável atravessa o concelho.
Tendo em conta a informação disponível, ressalta a perspectiva de uma forte dinamização para os centros urbanos de Montemor-o-Novo e Évora, sendo o de Arraiolos o menos favorecido. A dinâmica industrial que se acentua e a atractividade turística crescente conferem a Arraiolos potencialidades que necessitam urgentemente de serem desenvolvidas, surgindo assim a beneficiação/construção de acessibilidade a partir da estação (Évora) do TGV, com passagem pela freguesia de Igrejinha, (onde se situa outro pólo dinamizador do concelho, a albufeira do Divor) e concluindo próximo da Zona Industrial/Parque Empresarial de Arraiolos, como um investimento essencial não só para o concelho de Arraiolos como para outros a Norte, pelo que se apresenta uma proposta de Ligação a Arraiolos pela EN18 (IP2) EM 528 (Azaruja/Igrejinha) e novo troço (Igrejinha/Arraiolos). olos o menos favorecido.
In: D. Sul

3 comentários:

O Ilhas disse...

Já estou a idializar O comboio,os tapetes e os turistas,
Viva o TGV,

Anónimo disse...

Tgv,Aeroporto,Alqueva,Porto Sines,IP2,Novas Oportunidades,Fábrica de Aviões.
ALENTEJO EM GRANDE!!!

Alentejo disse...

É isso que se espera.. Alentejo ao rubro.